RSS
Hello! Welcome to this blog. You can replace this welcome note thru Layout->Edit Html. Hope you like this nice template converted from wordpress to blogger.

Filme: O MENINO DO PIJAMA LISTRADO - A Inocência em Meio ao Terror Nazista


Num momento em que a onda nazifascista parece ameaçar as garantias e direitos individuais pelo mundo afora, incluindo o Brasil, e de recente liberação para domínio público da obra antissemita Mein Kampf, a qual estava proibida desde a Segunda Guerra Mundial, nada mais apropriado do que fazer uma boa reflexão sobre esse período nefasto que se apossou da humanidade com base nesta bela obra, "O Menino do Pijama Listrado".

Sinopse

Alemanha, Segunda Guerra Mundial. O menino Bruno (Asa Butterfield), de 8 anos, é filho de um oficial nazista (David Tewlis) que assume um cargo importante em um campo de concentração. Sem saber realmente o que seu pai faz, ele deixa Berlim e se muda com ele e a mãe (Vera Farmiga) para uma área isolada, onde não há muito o que fazer para uma criança com a idade dele. Os problemas começam quando ele decide explorar o local e acaba conhecendo Shmuel (Jack Scanlon), um garoto de idade parecida, que vive usando um pijama listrado e está sempre do outro lado de uma cerca eletrificada. A amizade cresce entre os dois e Bruno passa, cada vez mais, a visitá-lo, tornando essa relação mais perigosa do que eles imaginam.


video


SUGESTÕES DE ATIVIDADES

1) Interprete o pensamento inicial do filme: “A infância é medida por sons, aromas e visões, antes que o tempo obscuro da razão se expanda”.                                                                     John Betjaman

HISTÓRIA

2) A abertura do filme foca na bandeira do nazismo, com o símbolo da Suástica. Faça uma pesquisa e escreva sobre a origem deste símbolo e se ele tem alguma relação com o totalitarismo do Estado nazista. Que outros elementos aparecem identificando o sistema?
a) Conceitue e dê as principais características do nazismo e do fascismo. 
3) O filme aborda a chamada Solução Final. Pesquise e responda o que foi a Solução Final durante a Segunda Guerra Mundial e sob o nazismo.

COM BASE NO FILME E NAS PESQUISAS

4) O que Bruno vê pela janela? O que era a fazenda? Quem eram os fazendeiros de pijama?
5) Havia fumaça no céu. Alguém pergunta: “O que queimam nas chaminés? Feno ou roupa velha? ... seja o que for, tem um cheiro horrível. Em outras passagem do filme, uma revelação: “Eles fedem ainda mais quando queimam, não é?”. Na verdade, sobre o que está tratando o filme neste ponto? Qual sua opinião sobre isso?
a) Qual a reação da esposa do comandante quanto a isso? Como você interpreta essa reação?
b) “Fazer um mundo melhor”, diz o pai do menino alemão. Depois: “A pátria não pode ser alcançada sem um trabalho como esse”. Ainda: “É parte da guerra”... “sou um soldado”. Como você caracteriza essas afirmações? Elas justificam o que estava acontecendo? Por quê?
6) O filme apresenta algumas contradições na visão das crianças. Pavel, “era médico, mas desistiu para descascar batatas”. O pai de Schmuel “é relojoeiro, ou era, porque agora ele conserta botas”. Para Bruno, “os adultos não decidem o que fazer”. Como você explicaria esse “paradoxo” aos meninos.
a) Quando Bruno se machuca, Pavel o socorre. Como você interpreta a posição da mãe de Bruno neste episódio?
7) Os números nos “pijamas” eram somente uma brincadeira, como imaginava Bruno?
8) Bruno pergunta a Schmuel: o que você fez? Resposta: “Eu sou judeu”. A resposta de Schmuel está diretamente associada à pergunta? Explique!
9) No que se refere aos soldados, as crianças possuem a mesma visão? Esclareça!
10) “Se não fosse pela história, não estaríamos aqui. O trabalho de seu pai aqui é histórico”, diz o avô. De que história ele está se referindo? Qual o legado desta história? É uma história da qual o comandante poderia se honrar?
11) “Nós não podemos ser amigos. Temos de ser inimigos”. Qual o sentido desta ironia diante da amizade estabelecida? Agregue ao desenvolvimento de sua resposta, o fato de que em certo momento, Bruno negou a amizade ao mentir para o soldado que não conhecia Schmuel. O que levou Bruno a agir de tal forma? Qual a consequência disso?
12) Em sua opinião, o que leva Bruno a ingressar no campo de concentração? Por quê?
13) No interior do campo percebe-se a atuação de judeus colaboracionistas dos nazistas. Como interpretar esse papel exercido?

GEOGRAFIA

14) A família protagonista do filme muda-se de Berlim, Alemanha, para os arredores de um Campo de Concentração, mais propriamente, um Campo de Extermínio. As locações utilizadas pela direção do filme foram na Hungria, cidade de Budapeste, retratando a cidade de Berlim. Muitos Campos de Concentração foram criados no decorrer da Segunda Guerra Mundial. Pesquise o nome de alguns destes Campos. No mapa abaixo, localize os locais e países citados nesta introdução, assim como os Campos de Concentração encontrados em sua pesquisa.




SOCIOLOGIA

15) A análise do comportamento social e da forma de expressão perpassam todo o filme. Com relação a sua mãe, o comandante assim se manifesta: “Tenha cuidado, expressar sua opinião em público pode deixa-la em maus lençóis”. No enterro da mesma, ele segura a mão de sua esposa quando esta deseja retirar do caixão uma declaração de pêsames do Partido nazista. Em outro momento, a empregada da família diz ao menino: “não devo dar opinião”. Durante um jantar, um oficial comenta que seu pai era professor, mas que tinha deixado a Alemanha, o que acabou por lhe trazer problemas, pois o ato de seu pai teria sido uma “traição”. Diante disso, responda:
a) Todos(as) na Alemanha compactuavam com o nazismo? Explique!
b) Que tipo de sociedade temos quando as pessoas não podem expressar livremente suas opiniões sob pena de serem perseguidas?
c) O que difere esse tipo de sociedade de uma democracia?
16) “Aquelas pessoas não são consideradas como gente”, diz o oficial, ao referir-se ao tratamento dado ao empregado / escravo, da casa, de nome Pavel. Certamente, todos(as) que estavam no Campo de Concentração, assim eram definidos. Como você classifica esse tipo de pensamento? Explique e argumente se você concorda ou não com essa concepção.
17) Influenciado por um vídeo que assistiu às escondidas, Bruno, já no interior do campo, pergunta a Schmuel: “Podemos ir ao café central”? A resposta foi: “Café”? A propaganda nazista dos campos de concentração/trabalho estava de acordo com a realidade? Explique!
a) Hoje em dia, podemos dizer que a mídia, em geral, é a fiel expressão da verdade ou age de forma a manipular a opinião pública segundo seus interesses? Justifique sua resposta!

FILOSOFIA / LINGUAGENS

18) O professor desenvolve algumas leituras com o casal de irmãos, e segundo ele “estão aprendendo o que todas as crianças estão aprendendo”.
Leitura 1) “O destino do meu povo é o meu destino. Sua luta e suas dores, suas alegrias e misérias são minhas. Devo trabalhar e produzir para a ressurreição de minha pátria. A história do meu povo é grandiosa e gloriosa.”
a) O quarto da menina com as ilustrações nas paredes exprime esse tipo de ideia? Explique!
b) Expressões do tipo: “Pessoas arriscando a vida pela pátria” ou “Você acredita na causa. Quer nosso país forte”, e ainda, “Temos de nos orgulhar de nosso pai, está fazendo nosso país mais poderoso”, corroboram ou não o texto da leitura? Explique!
Leitura 2) “O judeu nos difamou e provocou nossos inimigos. O judeu nos corrompeu através de livros mentirosos. Zombou de nossa literatura e de nossa música. Por toda a parte, sua influência foi destrutiva, o que resultou no colapso de nossa nação. O judeu não é criativo e sim, destrutivo. Ele é o inimigo da cultura. Milhares de alemães empobreceram por causa do judeu.”
a) Interprete a fala de Gretel, irmã de Bruno, ao esclarecer sobre a “fazenda”: “É um campo de trabalho para judeus, obviamente. Eles não estão lá porque trabalham bem. Não são bons em nada. Estão lá porque não prestam. São o inimigo. Não prestam. Vermes, maus, perigosos. Por causa deles perdemos a Primeira Guerra”.
b) Que sentimentos (amor x ódio / rancor x afinidade / respeito x intolerância / preconceito x fraternidade) e filosofias do pensamento estão presentes nestes dois trechos do livro que o professor está trabalhando com os irmãos?
c) A amizade entre Bruno e Schmuel reproduzem estas ideias? Explique!
d) Bruno comunga das mesmas ideias que Gretel, sua irmã. Por quê?
19) Retomando o jantar, quando à mesa, o tenente cita o fato de seu pai, professor de literatura na Universidade, ter deixado o país. Isso gera um diálogo especulativo em torno da figura do pai do tenente. Por quê? Considerando que os irmãos também estavam tendo aula com um professor, a visão do comandante e de seu pai era a mesma para com os dois professores? Pense e opine!

20) O filme é baseado no livro O Menino do Pijama Listrado, de John Boyne. Para quem fez a leitura do livro, estabeleça um comparativo entre um e outro, considerando que, geralmente, o filme é uma adaptação do livro, baseado em um roteiro. Há situações no livro que não aparecem no filme e vice-versa? Depois, estabeleça a diferença entre um livro e o roteiro de um filme.

21) Proposta de Redação: O que separa Bruno de Schmuel? Fisicamente, a cerca elétrica. Mas considerando dois mundos distintos, simbolicamente, o que essa cerca significa? Ainda, o que unia Bruno e Schmuel? Simbolicamente, a amizade. Mas, fisicamente, as mãos dadas no final do filme, o que não deixa de ser também uma simbologia. Estabeleça um título e desenvolva uma redação a respeito.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright 2009 Cine Educa. All rights reserved.
Free WordPress Themes Presented by EZwpthemes.
Bloggerized by Miss Dothy